Home / Destaque / As castanheiras Mirolandia: entre lutas, sabores e tradições

As castanheiras Mirolandia: entre lutas, sabores e tradições

Por Tainá Alves- Acadêmica de Jornalismo da Faculdade R.Sá

O povoado Mirolandia, em Picos no Piauí, chama atenção de quem atravessa à cidade pela BR  316 devido a grande quantidade de barracas montadas próximas às margens da rodovia que vendem principalmente a castanha de caju. E por trás de cada uma destas barracas estão as castanheiras, mulheres fortes e determinadas, que fazem do ofício o sustento da família.

Foto: Tainá Alves

Como o povoado Mirolandia se tornou tão responsável pela mão de obra artesanal da castanha do caju?

Quem explica com propriedade o assunto é a castanheira Lurdinha, que relata está na profissão desde os 12 anos de idade, ela conta que  tudo começou através de um caminhoneiro, esse homem sempre passava na BR e sempre via muito plantio de caju e também muitas famílias carentes. Até que ele questionou por que as famílias não trabalhavam com castanha. 


“No início não acreditávamos que ia ser uma coisa tão importante aquela ideia que ele deu.”

Durante conversas com alguns castanheiros, muitos relataram ser a única e principal fonte de renda das famílias, além de ser uma tarefa realizada por todos,  desde os mais novos aos mais velhos. Mas, um fato que ainda intriga muito os produtores, é a não valorização da mão de obra e a falta de assistência tanto estadual, quanto municipal para as melhorias de trabalho.

“Essa castanha vem de fora pois aqui na nossa comunidade não tem estrutura por conta das secas, não tem maquinários para os agricultores trabalharem e fazer uma lavoura melhor”, explicou Lurdinha.




De onde vem a castanha? O povoado Mirolandia supre as necessidades da produção ?

Devido às estiagens na macrorregião de Picos e a falta e de estruturas com maquinários,  os agricultores se veem na obrigação de comprar castanhas a granel vindas de outros estados, normalmente do trazidas do Maranhão. Depois disso a castanha passa por um processo de catação, queima, quebra e raspagem, até chegar aos saquinhos que são expostos nas barracas.

Como ocorre a venda e a revenda da castanha?

A venda da castanha ocorre principalmente nas barracas dos castanheiros, muito procurada por feirantes da feira livre e Mercado Municipal de Picos, camelôs regionais, empresas e mercados de cidades vizinhas.

Essa benção veio através de um caminhoneiro.” Lurdinha, castanheira.

Veja Também

Conheça a história do jovem que cultiva uva no sertão do Piauí

Por Iranete Dantas Brasil a produção de vinho tem recebido destaque, a cada ano que ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *