Home / Destaque / Aulas online transformam realidade de alunos e professores na quarentena

Aulas online transformam realidade de alunos e professores na quarentena

Por Luana Pereira- Acadêmica de Jornalismo
da Faculdade R Sá, Picos-PI.

 O ano era 2019, quando um vírus,  vindo de Wuhan  na China, começou a contaminar pessoas silenciosamente, de repente se espalhou pelos quatro cantos do mundo, provocando um colapso em vário países. Não demorou  muito a chegar aqui no Brasil, fazendo com que, governantes emitissem decretos rigorosos para evitar que o vírus chamado de Covid-19, se propagasse  com grande força por nosso país. As medidas tardias não tiveram êxito.

 

 No início do mês de abril de 2020, devido a pandemia ter saído do controle, o Governo Federal  decretou a necessidade de isolamento social, provocando mudanças na vida das pessoas, que tomaram rumos diferentes. Quando muitas atividades estavam paradas, a solução veio através do sistema online, professores e alunos de todos os lugares tiveram que se adaptar a um novo formato de aulas, as chamadas aulas remotas, ou seja, à distância.  Foi o jeito encontrado por profissionais da educação para que os alunos não perdessem  o ano letivo, mesmo com todo aparato de suportes nas aulas à distância, muitos ainda enfrentam a dura realidade do dia a dia, que é  a falta de recursos para assistir  o conteúdo das aulas remotas.  

Desafios para os professores 

Janaína Saraiva Varão – Professora da rede estadual -Arquivo da entrevistada

“ Estamos trabalhando três vezes mais nesse período da pandemia”afirma Janaína Varão, professora da rede Estadual de Picos-Pi.

Professores  da rede ensino estadual, municipal e particular  da cidade de Picos falam sobre as  experiências vividas durante a pandemia do novo coronavírus, as dificuldades relatadas por cada aluno, entre outras das preocupações no ensino a distância.  

Sobre esse assunto a Professora Janaína Saraiva Varão, que é graduada na Universidade Federal do Piauí em Licenciatura Plena em Letras, é especialista em Língua Portuguesa, Bacharel em Direito pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI)  atualmente é mestranda no  profletras  pela UESPI. Janaina Varão explicou que os alunos estão sentindo  falta da escola:   

“Nos pegou de surpresa nem os alunos estavam preparados, nem os  familiares  nem a escola e muito mesmo o governo, porque não está sendo realmente fácil  vivermos uma situação que não é confortável pra ninguém, mas que a gente tem que se adequar a ela porque não é um problema exclusivo nosso, é mundial” afirmou.

 Ela contou que os professores efetivos estão fazendo acompanhamento completo com todos os alunos e que seguem a risca o calendário acadêmico. Janaina ainda relatou que a maior dificuldade enfrentada nas aulas remotas é a falta do diálogo de alguns alunos e que não se pronunciam no decorrer das aulas. 

“Vejo muito nesse período da pandemia várias pessoas, principalmente os pais falando que os professores não estão dando aula, a  gente fica triste com isso, pois estamos trabalhando três vezes mais nesse período da pandemia”, explicou.

 Mesmo com toda  dificuldade enfrentada por alunos e professores, as aulas têm sido a melhor opção de ensino para todos, uma vez que ainda não existe vacina e nem data definitiva para retomar as atividades .  

Foto de alunos da Professora Janaína Saraíva Varão-Arquivo do entrevistado

Aumento pela procura de internet em Picos

A internet é o caminho mais fácil para encontrar informações sobre mundo. muitas vezes é a principal ferramenta de busca aos que procuram conteúdos práticos e acessíveis. Com a chegada do Covid-19 no Brasil, empresas e instituições, principalmente no setor da  educação, têm aumentado a procura por internet  de qualidade. As empresas de internet  tiveram um aumento considerável  nas principais redes explicou  Antônio  Érique de Araújo Sousa,  que atua numa empresa de distribuição de internet na cidade de Picos.

“ Somos um serviço essencial, já que a população precisa estar conectada, e agora muito mais pelos estudantes.” explicou Antonio Érique, contador da empresa VirteX Telecom em picos-Pi


Contador  Antônio Erique de Araújo Sousa-Arquivo do entrevistado
 

Aumento nos principais aplicativos de vídeo durante a Pandemia

Entre os principais desafios enfrentados pelos alunos, está a dificuldade de acesso à internet, a falta de equipamentos, como computadores, tablets e até celulares, gerando desafios no acompanhamento das disciplinas.

Em Picos-Pi, escolas e faculdades particulares já aderiram ao novo método de ensino, plataformas estão sendo usadas para as aulas remotas dos estudantes. Escolas estaduais e municipais também fazem uso de aulas a distância, algumas  com diferentes maneiras de ensino, com vídeos gravados e acompanhamento por aplicativos de mensagem. 

“Mesmo no ensino remoto não perdemos a qualidade, pelo contrário, continuamos mantendo”

Foto da Pedagoga Socorro Rodriguẽs-Arquivo do entrevistado

O Instituto de Educação Superior Raimundo Sá (IESRSÁ) aderiu desde o mês de abril ao modelo de aulas remotas para dar continuidade ao período letivo dos estudantes. 

A Coordenadora e professora do curso de Pedagogia da Faculdade Rsá, Socorro Rodrigues,  fala sobre a experiências e surpresas que o ensino remoto trouxe durante a pandemia.  Confira no vídeo 

Como ensinar de forma interativa nas escolas públicas 

O ensino remoto proporcionou desafios tanto para os alunos como  professores em geral. As  escolas estaduais estão usando plataformas acessíveis para manter o contato rápido com os alunos, dessa forma, atividades estão sendo passadas diariamente através da plataforma que o SEDUC escolheu de forma eficaz, obtendo um feedback positivo.

A professora Janaína Varão, explicou que as aulas remotas não estão sendo fáceis por falta de recursos tecnológicos, que talvez se Governo do Estado já tivesse investido no campo da tecnologia para educação, possivelmente professores e alunos não estariam tendo tanta dificuldade agora.  Mesmo assim, estamos conseguindo suprir a  necessidade de ensinar os alunos da melhor forma possível, essa nova modalidade de ensino trouxe impactos positivos, segundo a professora, os alunos se tornaram mais autônomos. 

Utilizando  a plataforma os estudantes  sentem mais segurança  em escrever e questionar sobre o assunto,  Janaína  também ressaltou sobre a questão das disciplinas  e da  organização que os alunos estão tendo com suas atividades na hora da correção,  são  pontos positivos que contam bastante para nós professores. explicou,

Mesmo com tantos obstáculos e dificuldades  o ensino à distância foi a melhor forma de garantir a educação para o aluno. as escolas vem tentando suprir a falta do ensino presencial  para que o estudante não perca o foco nos estudos, não é tarefa fácil para as instituições e para os professores, mas, tem  sido um processo de adaptação para todos.

As aulas à distância têm sido muito importante e podem deixar um legado nas nossas vidas depois da pandemia.

 


Veja Também

Conheça a história do jovem que cultiva uva no sertão do Piauí

Por Iranete Dantas Brasil a produção de vinho tem recebido destaque, a cada ano que ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *